Comunicação Interna Conteúdos

Halloween da Comunicação Interna – As 7 Situações mais AterrorizantesTempo de Leitura: 6 minutos

halloween da comunicação interna
Escrito por Daniéli Closs

Está sem tempo ou prefere ouvir o artigo? Experimente o player abaixo!


O Halloween da Comunicação Interna chegou pra te aterrorizar.

É quase meia-noite, algo maligno está espreitando na escuridão sob o luar.

Você vê algo que quase para seu coração.

Você tenta gritar, mas o terror lhe tira a voz.

Você começa a congelar enquanto o horror te olha bem nos olhos.

Você está paralisado.

‘Cause this is thrilleeer, thriller night!  🎵

halloween ci

Pode não ser uma noite de terror, mas algumas situações que ocorrem quando trabalhamos com comunicação interna podem ser tão aterrorizantes quanto.

Fiz uma lista com aqueles momentos que quase param nossos corações de comunicadores e muitas vezes nos fazem querer gritar de horror.

Veja se você está em um filme de suspense em que alguns horrores acontecem de vez em quando ou está em um completo filme de terror e não sabe quando será o próximo susto!

Confira e tente não ter pesadelos!

O Fantasma Rádio Corredor

halloween da comunicação interna

Ele começa a assustar aos poucos, aparece primeiro em alguns corredores, até perceber que a empresa é um ótimo lugar para assombrar e então todos os setores estão sob a ameaça do Fantasma Rádio Corredor.

Esse fantasma pode causar muitos problemas para a empresa como desmotivar as equipes, diminuir a produtividade e também aumentar o turnover.

A empresa pode ficar tão assombrada pelo fantasma que ele é capaz de ultrapassar as paredes e levar as fofocas para fora da organização, o que seria ainda mais aterrorizante.

Para acabar com esse fantasma, não é necessário chamar os Ghostbusters. É preciso quebrar as barreiras que impedem a comunicação de acontecer e dessa forma distribuir as informações corretamente para exorcizar a empresa por completo.

O Drácula do Orçamento

Drácula do orçamento

O Drácula está sedento por orçamento e vai fazer de tudo para se alimentar e, se conseguir, não vai sobrar nada para a comunicação interna.

A falta de orçamento para investir na comunicação das empresas é um dos principais problemas que os responsáveis por essa área enfrentam no dia a dia.

Infelizmente a comunicação ainda não é considerada por muitos como uma área estratégica e isso dá mais espaço para o Conde Drácula aparecer e beber de todo o orçamento disponível.

Mas deixe a estaca, a cruz e o alho de lado. O importante aqui é comprovar o valor da comunicação interna para os gestores e mostrar os resultados que a empresa pode alcançar se todos estiverem se comunicando abertamente e de forma alinhada.

Ilumine a mente dos gestores e garanta o orçamento para investir nessa área que é essencial para qualquer organização.

O Pesadelo da Falta de Engajamento

o pesadelo da falta de engajamento

A Hora do Pesadelo para um comunicador interno é quando uma campanha de endomarketing não engaja.

Temos grandes ideias e principalmente as mais divertidas parecem não funcionar, mas isso está acontecendo porque o assassino de crianças Freddy Krueger está acabando com a cooperação.

A falta de engajamento dos colaboradores pode causar vários problemas e até mesmo prejuízos para a organização, transformando tudo em um grande pesadelo e que pode de fato atingir a vida real.

E para dormir tranquilo é necessário trabalhar o engajamento entre os colaboradores e promover a integração, pois isso fará toda a diferença na hora de construir um ambiente produtivo, com líderes que inspiram e envolvem os times.

A Múmia dos Canais de Comunicação

a múmia dos canais de comunicação

Múmias bem preservadas estão em várias empresas. Em algumas, os canais de comunicação foram enterrados com elas e o medo de ser amaldiçoado impede que eles sejam trocados, mesmo não sendo eficazes.

Infelizmente o medo de inovar evita que a comunicação se renove em algumas organizações. Os colaboradores estão acompanhando as tendências, mas o medo de tocar na múmia as afasta do meio corporativo.

Felizmente essa maldição é só uma lenda e você pode sim trocar os meios de comunicação que são utilizados há séculos para melhorar o relacionamento, aumentar a transparência e também os resultados obtidos por todos.

Mas para isso acontecer é necessário deixar o medo de lado e observar o que os colaboradores querem da comunicação e então avaliar qual canal de comunicação é o ideal para atender suas expectativas e realizar a comunicação efetivamente.

Os Comunicados Mortos Vivos

comunicados mortos vivos zumbi

The Walking Dead que se cuide, pois muitos comunicados estão brigando pelos papéis de mortos vivos no seriado.

Outra situação aterrorizante da comunicação interna é quando a informação não alcança o colaborador. A divulgação é feita, mas parece que o comunicado está sem vida e andando sem direção.

E para dar vida aos comunicados e garantir que todos saibam o que está acontecendo na organização é necessário inovar.

Utilizar mais que um meio de comunicação e principalmente segmentar as informações de acordo com o perfil dos colaboradores vai ajudar a garantir que todos sejam atingidos pela comunicação.

O Comunicador Frankenstein

o comunicador frankeinstein

O Comunicador Frankenstein pode ser bem assustador. Ele cuida da administração, das contratações, faz algumas vendas, cuida do estoque de vez em quando e em paralelo à essas tarefas “realiza a comunicação interna da empresa”.

Horripilante não é mesmo?

Esse Frankenstein tenta fazer tanta coisa que acaba não dando conta de tudo e principalmente, ele não sabe a importância de uma comunicação interna eficaz.

O Comunicador Frankenstein pode até ter boas intenções, mas em algum momento breve, as coisas vão fugir do controle e a situação que antes era aceitável, pode prejudicar a organização.

Sabemos que a área está crescendo aos poucos, mas não é qualquer pessoa que pode realizar essa tarefa. A comunicação interna é estratégica para a empresa e deve ser realizada por um profissional qualificado e que sabe o que está fazendo.

A Morte do Departamento

a morte do departamento

Por fim, a situação mais temida: a morte.

Não conseguir comprovar a efetividade e importância do setor de comunicação e causar a sua morte com certeza é uma das situações mais aterrorizantes que um comunicador pode passar.

Temos uma única certeza como seres humanos, um dia a morte irá chegar, mas com o nosso departamento de comunicação não precisa ser assim.

A comunicação está se desenvolvendo, cada vez mais as empresas estão percebendo as vantagens que ela proporciona e estão trabalhando para construir uma cultura de comunicação.

A Morte pode ser a mais aterrorizante e talvez a mais real de todas, mas para que ela não assombre nossa organização, precisamos trabalhar e buscar cada vez mais entender o que os colaboradores querem e como podemos melhorar o clima organizacional.


É uma situação mais aterrorizante que a outra, não é mesmo?

E agora eu te pergunto: a comunicação da sua empresa comemora halloween o ano todo?

Espero que não! Espero que você esteja munido de todas as armas para acabar com esses monstros da comunicação interna.

Se quiser saber mais sobre como diminuir os sustos da comunicação interna pode continuar a leitura com o Kit Comunicação Interna Estratégica, nele você vai ler sobre boas práticas, mensuração, tendências e muito mais!

Se você lembrar de mais alguma situação aterrorizante compartilha com a gente!

Happy Halloween! 🎃

Sobre o autor

Daniéli Closs

Relações Públicas por formação, com experiência em liderança, gestão de pessoas e comunicação interna. Conhecimento avançado em marketing digital, apaixonada pelo que faz e entusiasta da evolução.