Comunicação Interna Conteúdos

Retenção de Talentos: Como uma Boa Comunicação Interna Diminui o Turnover da EmpresaTempo de Leitura: 4 minutos

retenção de talentos
Escrito por Eric Vazzoler

Você sabia que atualmente a retenção de talentos é o maior desafio enfrentado pelos profissionais de Recursos Humanos no Brasil?

Segundo pesquisa realizada pelo LinkedIn, manter os funcionários na empresa é a maior prioridade dos gestores de RH para 2016, ficando na frente inclusive do recrutamento de talentos qualificados.

Mas por que é o maior desafio?

Foi-se o tempo que as pessoas buscavam apenas recompensas financeiras no trabalho. Hoje existem diversas variáveis que influenciam na decisão dos colaboradores de ficar ou não na empresa.

Além de uma boa remuneração e um pacote de benefícios, a organização deve ter um plano de carreira definido, dar oportunidade de crescimento, reconhecer o colaborador, construir um ambiente de trabalho agradável, desafiador e colaborativo dentre vários outros fatores.

Para complicar ainda mais esta equação há também o aspecto da individualidade do ser humano. Cada pessoa tem uma personalidade única que pode ou não se encaixar com a cultura da empresa. Sem contar que as expectativas no trabalho que cada pessoa tem varia dependendo do momento de suas vidas.

Mas a responsabilidade da retenção de talentos é só do RH?

Obviamente não. A retenção de talentos é uma responsabilidade compartilhada pela empresa toda, principalmente pela liderança.

Aquela máxima “O funcionário não se demite por causa da empresa, mas sim por causa de seu chefe” muitas vezes é verdadeira. Por causa disto várias empresas colocam metas de retenção de talentos aos gestores que estão diretamente ligados ao colaborador.

Assim, para diminuir o turnover da empresa, o departamento de RH também deve atuar indiretamente através dos gestores, investindo na capacitação da liderança. Inclusive, segundo o relatório Deloitte das 10 tendências do Capital Humano de 2016, este é o segundo aspecto que mais demanda atenção ao setor de RH.

A comunicação interna para a retenção de talentos

E se a retenção de talentos é responsabilidade de todos na empresa, como o departamento de comunicação interna pode auxiliar para a diminuição da taxa de turnover da organização?

Bom, a comunicação já faz parte de todos os processos da empresa. Se ela funciona de maneira eficaz, haverá uma melhoria na cultura e no clima organizacional, os fluxos de trabalhos serão mais eficientes e os colaboradores mais engajados. Portanto, buscar uma comunicação interna eficaz na organização já é uma ação que aumentará a retenção de talentos.

Há vários estudos e livros que associam a intenção dos colaboradores de deixarem a empresa com a falta de uma boa comunicação da mesma. Alguns fatores que fazem a ligação entre estes dois temas são:

O relacionamento e a satisfação do colaborador

Em um artigo da Universidade de Texas foi sugerido que a comunicação do funcionário com seu supervisor e seus colegas de trabalho é o fator mais forte para a tomada de decisão de deixar a empresa.

O autor W. Mobley, em seu livro “Employee Turnover”, compartilha da mesma opinião e também cita que a comunicação da empresa é diretamente ligada a satisfação do colaborador, que por sua vez é decisivo para reter talentos.

relacionamento com a equipe

O alinhamento

Outro fator decisivo para amenizar o problema da alta rotatividade é o alinhamento dos funcionários com os objetivos, estratégias e valores da empresa. É essencial que o discurso de todos os membros da organização estejam em sintonia, para que se sintam parte de um mesmo time e caminhem para a mesma direção.

Analisa de Medeiros Brum, especialista de CI e Endomarketing, comenta em seu livro “Sorria – Você trabalha aqui”:

“Tão importante quanto proporcionar benefícios aos colaboradores é a empresa comunicar isso de forma coerente com seus objetivos”.

A cultura do diálogo

Outro fator que faz a ligação entre a taxa de turnover e a comunicação interna é a interação que a empresa tem com seus colaboradores. Uma organização que estimula o diálogo e valoriza a opinião dos funcionários também sai na frente na retenção de talentos.

Assim, enquanto a liderança deve realizar reuniões para dar e receber feedback, o departamento de comunicação interna deve disponibilizar canais de comunicação com os colaboradores tanto para distribuir informações quanto para receber sugestões.


E ai gostou das ideias deste texto? Compartilhe suas opiniões nos comentários e assine nossa newsletter.

Lembrando a famosa ideia de Mario Quintana (e anexando a nossa): “O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do seu jardim para que elas venham até você” – e permaneçam.

cuide do seu jardim

Sobre o autor

Eric Vazzoler

Engenheiro eletricista deslumbrado pela Comunicação com os Colaboradores e pelo Marketing Digital. Líder da equipe de Marketing de Conteúdo da Progic. Apaixonado por livros, filmes, músicas, games e pedalar no meio da natureza.