Conteúdos TV Corporativa/Mural Digital

Como escolher um software para mural digitalTempo de Leitura: 5 minutos

software para mural digital

Parabéns! Se você está lendo esse material é porque decidiu implantar o mural digital na sua empresa, o que consideramos uma ótima decisão.

Como falamos em um post anterior, a decisão de migrar do mural de papel para o mural digital muitas vezes acontece de forma natural, mas ainda é preciso que você faça boas escolhas para alcançar o retorno desejado. É por isso que dedicaremos um post exclusivamente para o processo de escolher o software para mural digital.

O que um software para mural digital precisa?

A essa altura você já deve saber como funciona o mural digital. De forma resumida, é uma tela ligada a um aparelho que reproduz uma programação definida por um software de gestão de conteúdo. Esse aparelho pode estar ou não ligado à internet, dependendo de onde a tela será instalada. Mas você sabe o que buscar quando procura pelo software para mural digital certo para a sua empresa? Existem muitas opções no mercado, então listamos os principais critérios que você deve levar em consideração. Veja abaixo!

REQUISITOS GERAIS DO SISTEMA

  • Boa integração entre o software de gestão e o aparelho de exibição da programação: problemas de integração podem colocar todo o seu projeto em risco. Afinal, de que adianta ter duas boas tecnologias se elas não interagem de forma correta?
  • Velocidade de atualização: o software deve ser eficiente tanto para carregar novas informações quanto para não travar durante a transmissão e sincronização destas informações com o player.
  • Segurança de TI: por ser uma ferramenta de comunicação, o software para mural digital pode veicular informações sensíveis e estratégicas destinadas apenas ao público interno. Procure por um software que transfira informações de forma segura, ou seja, utilizando técnicas como autenticação e criptografia de dados.
  • Permitir geração de relatórios: esse requisito é especialmente importante para o time que vai fazer a gestão e o monitoramento do mural digital. Poder contar com um sistema que gere relatórios facilita o processo de auditoria e ajuda a identificar eventuais problemas.
  • Suporte técnico disponível: a empresa que fornece o software para mural digital deve disponibilizar meios para facilitar o aprendizado de novos usuários do sistema, bem como auxiliar nas possíveis dúvidas.

CUSTO

Ao escolher o software, você também estará definindo o hardware do sistema (players, TVs, conexões, etc). Então, além do custo do próprio software você tem que analisar os seguintes custos:

  • Custo de implantação: Quais equipamentos sua empresa precisará adquirir? Existe opção de aluguel ou comodato? E a instalação, quanto vai custar? Será preciso passar cabos de rede que antes não existiam ou a conexão pode ser via Wi-Fi?
  • Custo de manutenção: E depois de ter tudo instalado: telas, players, software, quanto custa para manter isto funcionado? Equipamentos que dão problema toda hora podem ter um custo escondido de manutenção. Um software difícil de usar também.

Aqui, mais do que o custo em si, você deve prestar atenção no que está incluído no preço pago. É necessário um profissional externo para fazer a instalação ou a minha própria equipe consegue fazer? O fornecedor disponibiliza suporte técnico? Se sim, isso já está incluído no preço ou é cobrado por uso? Não se deixe seduzir apenas pelo menor preço, ou pelo maior, na esperança que terá um atendimento melhor. Informe-se!

GERENCIAMENTO

  • Usabilidade do software para mural digital: ter um sistema intuitivo que qualquer pessoa consiga usar vai ajudar na gestão. Afinal, a sua empresa não dependerá de especialistas e nem apenas das pessoas que receberam treinamento. Outra vantagem é a possibilidade de distribuir responsabilidades. Se for fácil de usar, várias pessoas poderão contribuir no gerenciamento da rede de TV Corporativa.
  • Facilidade de definir e realizar atualizações na programação do mural digital. Ter uma programação desatualizada e repetitiva faz com que os colaboradores percam o interesse no mural digital.
  • Disponibilidade de templates de conteúdos prontos para exibição, reduzindo a necessidade de criação de conteúdos próprios da empresa.
  • Ferramenta de edição ou criação de conteúdos integrada: alguns software para mural digital possuem um ambiente de edição ou criação de conteúdos com usabilidade simplificada, podendo reduzir a necessidade de um profissional dedicado para este fim. 
  • Possibilidade de uso de notícias e entretenimento externo para atrair a atenção do público: algumas soluções de software para mural digital possuem parcerias com sites de notícias que atualizam o seu conteúdo automaticamente, os chamados “feeds RSS”.
  • Tela de diagnóstico dos players: um dos requisitos imprescindíveis para a otimização do gerenciamento de sua rede de murais digitais é uma área que concentre as informações de status de todos os seus pontos de exibição. Assim, quando ocorrer algum problema em alguma tela, você consegue saber antes que alguém venha lhe reclamar.
  • Compatibilidade com vários formatos de vídeo – estilo Youtube: com um sistema que aceita vários formados de vídeos, você não terá necessidade de nenhum expert em vídeos na empresa.
  • Facilidade de customização da identidade visual da programação (personalização da identidade visual).
  • Gestão de usuários: esse requisito fará com que você possa controlar quem tem acesso ao sistema, e qual o grau de autonomia que esta pessoa terá.

Pode parecer um grande número de exigências, mas ter atenção a elas garantirá o bom desempenho do seu mural digital.

A Progic tem uma ferramenta que atende bem estes critérios. Visite nossa página e conheça mais a nossa solução para TV Corporativa e Mural Digital.

Ainda tem perguntas sobre a escolha de um software para mural digital? Deixe nos comentários e nós te responderemos!

Sobre o autor

Igor Gavazzi Vazzoler

Fundador e Diretor de Inovação da Progic Tecnologia. Engenheiro eletricista pela UFSC com MBA em Gestão de Projetos pela FGV.