Conteúdos

Resumo do Livro – Engajamento do Colaborador 2.0 – de Kevin KruseTempo de Leitura: 7 minutos

resumo do livro engajamento do colaborador 2.0
Escrito por Eric Vazzoler

Está sem tempo ou prefere ouvir o artigo? Experimente o player abaixo!


Apenas 34% dos colaboradores estão engajados no trabalho…

Engajado não significa feliz. Um colaborador pode estar feliz no trabalho, mas isso não significa que ele é produtivo.

Engajado não significa satisfeito. Um colaborador pode estar satisfeito no trabalho e ainda assim aceitar um recrutador que oferece um salário 5% maior.

Engajamento do colaborador é o compromisso emocional que um funcionário tem com a empresa e seus objetivos.

Essa é a definição segundo Kevin Kruse, empreendedor e autor do livro “Engajamento do Colaborador 2.0 – Como Motivar seu Time para Alta Performance”.

Neste post, trago o resumo, algumas frases marcantes, minha opinião e informações extras sobre o livro de Kevin Kruse.

Boa leitura!

Resumo – Engajamento do Colaborador 2.0 – Como Motivar seu Time para Alta Performance

Escutamos executivos falarem o tempo todo: “Os colaboradores são os nossos ativos mais importantes.” Mas na maioria das vezes isso não é verdade.

Imagine se pudéssemos ser uma mosca na sala dos diretores da empresa.

Você acha que escutaríamos mais conversas sobre vendas ou sobre recrutamento? Sobre lucratividade ou taxa de retenção? Valor na bolsa ou moral dos colaboradores?

Eu acho que todos nós sabemos as respostas.

Porém, essa realidade está mudando. Cada vez mais os gestores estão percebendo a importância de “virar a gestão de cabeça para baixo”, e considerar primeiro os colaboradores depois os clientes.

E se você ainda não está convencido, ou quer convencer seu chefe, Kevin reuniu dezenas de estudos provando a ligação entre o engajamento do colaborador, a lucratividade e crescimento da empresa.

Kevin também resume essa ligação no seguinte diagrama, na qual ele chama de “Engagement-Shareholder Value Chain”:

engajamento do colaborador 2.0

A Importância do Engajamento

Um colaborador engajado se preocupa de verdade com seu trabalho. Ele não faz isso simplesmente porque é sua obrigação, ou apenas pelo salário. Quando o funcionário se importa, ele irá se esforçar espontaneamente para ir além do básico.

Um vendedor engajado irá vender na sexta à tarde do mesmo jeito que vende na segunda de manhã. Um atendente engajado irá tentar satisfazer o cliente às 17hs com a mesma animação que às 10hs da manhã. Trabalhadores engajados do chão de fábrica serão mais produtivos e sofrerão menos acidentes.

Mas as vantagens não se limitam apenas ao ambiente de trabalho.

Kevin também mostra que quando o colaborador está engajado com seu trabalho, vários fatores pessoais também melhoram, como sua saúde, sua vida sexual e até o comportamento de seus filhos. Tudo isso devido ao que os psicólogos chamam de spillover effect e crossover effect.

“Quer uma saúde melhor? Se torne engajado no trabalho. Quer um casamento melhor? Se torne engajado no trabalho. Quer ser feliz na vida? Se torne engajado no trabalho.”

A Receita Mágica para o Engajamento do Colaborador

Se você pesquisar no Google “como engajar os colaboradores” irá encontrar diferentes fatores e fórmulas, dependendo do autor.

Eu mesmo, em outro post aqui do blog, já citei os autores do livro “MAGIC”, Tracy Maylett e Paul Warner, que afirmam que para engajar os colaboradores são necessários 5 elementos: autonomia, significado, crescimento, impacto e conexões.

Kevin Kruse, em sua experiência como CEO ganhador de prêmios como o “Inc500” e “Best Place to Work”, afirma que as principais chaves do engajamento são:

  • Comunicação
  • Crescimento
  • Reconhecimento
  • Confiança

O autor também dá uma dica para lembrar destes 4 fatores: “Communicate GReaT”.

“Great Leaders Commu00nicate Growth, Recognize the employees and build Trust!”. Grandes líderes comunicam o crescimento, reconhecem os colaboradores e constroem confiança.

Porém, cada pessoa tem diferentes preferências, ou gatilhos, para se engajar no trabalho. Kevin fala:

“Trabalhadores jovens podem ser mais motivados pelo crescimento do que os mais velhos. Algumas pessoas podem querer mais reconhecimento que outras. É importante para você, como gestor, conhecer cada colaborador individualmente para que consiga customizar sua liderança…“

Como “Vender” o Engajamento do Colaborador para o meu Chefe?

“Eu acredito que a alta gestão precisa ouvir sobre os resultados para o negócio. Eu acredito que as pessoas tomam decisões baseados na emoção, mas elas usam a lógica para justificá-las. Portanto, compartilhe os estudos de casos e pesquisas com os resultados positivos do engajamento. Além disso, sempre que você está vendendo algo novo uma boa estratégia é fazer um “projeto piloto”. Tente implementar em seu time, em um departamento ou em algum outro lugar específico. Mostre os resultados do antes e depois e veja se há relação entre os ganhos de performance.”

Os 6 Passos para Alcançar o Engajamento

Kevin mostra de forma muito lógica o real impacto do engajamento para a empresa e ainda sugere 6 passos para alcançá-lo.

Além disso, o autor criou um plano de ação de 8 semanas para ir além da teoria e iniciar este processo na organização. Mas o autor alerta:

“Se você se importar, você pode melhorar o nível de engajamento do seu time. Mas você precisa se importar de verdade.”

Passo 1 – Mensurar o engajamento através de pesquisa interna (o autor inclusive sugere um modelo de pesquisa simples a ser aplicado em sua empresa).

Passo 2 – Compartilhar o resultado com os colaboradores e identificar pontos a serem melhorados.

Passo 3 – Melhore a comunicação de sua empresa, constantemente.

“A comunicação é tão crítica pois ela forma a espinha dorsal de todos os outros esforços para alcançar o engajamento. Para influenciar o crescimento, o reconhecimento e a confiança você deve usar a comunicação.”

Passo 4 – Conheça as aspirações de seus colaboradores. Mostre como eles podem crescer na empresa.

Passo 5 – Crie o hábito de reconhecer seus colaboradores (há 25 dicas simples no livro para você fazer isso).

Passo 6 – Desenvolva a confiança. O que você fala deve ser coerente com suas ações. Seja transparente e dê feedback constantemente.

“Ninguém pode se sentir engajado se não há confiança na liderança ou incertezas sobre o futuro. Você, como líder, precisa conquistar a confiança diariamente, através de suas palavras e suas ações.”

Perceba que todos estes passos são ações que devem ser feitas periodicamente ou hábitos que devem ser incorporados na cultura da sua empresa.

Conclusão

A coisa mais importante é perceber que quando você alcançar o engajamento dos colaboradores, você conseguirá ganhos expressivos na produtividade.

As pessoas irão trabalhar mais e em menos tempo. Você perderá menos tempo consertando as coisas, tomando medidas corretivas, demitindo pessoas e recrutando novas pessoas.

O engajamento faz você ganhar tempo, e não perder.

Minha Opinião Sobre o Livro

O livro é muito bom.

Direto e prático, com pouco menos de 100 páginas o autor explica a relação indiscutível do engajamento dos colaboradores e a performance da empresa, lista os 4 elementos chave e mostra como atingir esse objetivo de forma muito lógica.

A leitura é muito rápida mas ao mesmo tempo muito enriquecedora. Sugiro que você faça anotações das partes mais interessantes e acesse os materiais extras que Kevin disponibiliza em seu site.

Informações Gerais

Título: Engajamento do Colaborador 2.0 – Como Motivar seu Time para Alta Performance

Autor: Kevin Kruse – CEO, colunista da Forbes e Top 100 Business Thought Leaders.

Páginas: 92

Preço: Amazon


Conhece o livro? Já o leu? Compartilha com a gente o que achou!

Sobre o autor

Eric Vazzoler

Engenheiro eletricista deslumbrado pela Comunicação com os Colaboradores e pelo Marketing Digital. Líder da equipe de Marketing de Conteúdo da Progic. Apaixonado por livros, filmes, músicas, games e pedalar no meio da natureza.