Conteúdos

Desafios do engajamento e retenção da geração YTempo de Leitura: 3 minutos

desafios do engajamento e retencao da geracao y

Jovens apaixonados pela tecnologia. Nascidos entre os anos 80 e 90, são os representantes da geração Y, a primeira que recebeu toda a influência da internet. O resultado: são profissionais ansiosos e ambiciosos, mas ao mesmo tempo desfocados. Arrogantes e descomprometidos, pensam alguns gestores, mas a verdade é que esses jovens já provaram que se preocupam com o ambiente de trabalho e têm fortes valores morais.

A verdade é que esta nova geração de profissionais representa um grande desafio para os atuais modelos de gestão. Como engajar a geração Y? Como treiná-los e retê-los na sua empresa?

O desafio da geração Y

O especialista em gerações Sidnei Oliveira disse, em entrevista à Época Negócios, que o jovem da geração Y cresceu blindado pela família e não enfrentou frustrações. Se por um lado eles chegam ao mercado de trabalho com boa formação acadêmica, se mostram frágeis para o mercado de trabalho por não saberem lidar com os problemas.

O reflexo disso é que eles esperam que o mundo corporativo trabalhe a favor deles. A geração Y espera que os gestores ajam como seus pais, protegendo-os e dividindo a responsabilidade, mas infelizmente isso não acontece no mundo real.

Uma pesquisa da empresa de desenvolvimento executivo Future Workplace apurou que jovens americanos esperam passar, em média, por 15 a 20 empresas durante a carreira, o que representa um grande desafio para a retenção de talentos.

Como reter os talentos da geração Y

Para Oliveira, a retenção da geração Y tem a ver com desafios. Quanto mais desafios, mais o jovem perceberá que ganhou relevância na empresa. Com os desafios, o jovem percebe um desenvolvimento pessoal, pois precisa desenvolver habilidades para lidar com eles. Esse fator pode ser mais relevante pra a retenção do que a remuneração, por exemplo.

Como engajar os jovens da geração Y

Aumentar conexões

Pesquisa conduzida pela YouEarnedIt aponta que 67% dos jovens consideram que conexões com os colegas de trabalho e com a empresa têm impacto altamente positivo no engajamento. Uma dica é conectar a equipe com ferramentas como o Slack.

Liderança

Segundo a mesma pesquisa, 50% dos jovens apontaram a liderança pobre e a falta de comunicação como um fator que pode derrubar os índices de engajamento. A geração Y precisa de líderes em quem confiam e que não tenham medo de seguir. Dê mais feedbacks positivos do que negativos e exponha o papel que cada um desempenha para a coletividade da empresa.

Boas experiências

Mais do que dinheiro (16%), jovens valorizam recompensas experienciais (47%). Invista em mentorias e outras capacitações, programas de atividades físicas coletivas e encontros fora do ambiente de trabalho. Assim, o jovem se sentirá devidamente recompensado pelo trabalho.

Sua empresa busca profissionais da geração Y? Como foi a adaptação de colaboradores e gestores para o bom andamento dos negócios? Compartilhe conosco!

Sobre o autor

Igor Gavazzi Vazzoler

Fundador e Diretor de Inovação da Progic Tecnologia. Engenheiro eletricista pela UFSC com MBA em Gestão de Projetos pela FGV.