Comunicação Interna Conteúdos

Conceitos de Comunicação OrganizacionalTempo de Leitura: 6 minutos

comunicação organizacional
Escrito por Eric Vazzoler

Está sem tempo para ler ou prefere ouvir o artigo? Experimente o player abaixo:


Você sabe o que é comunicação organizacional? Neste post, explicaremos os diversos conceitos referentes à comunicação organizacional como um todo. O objetivo é situar o leitor que acompanha este blog sobre os termos e conceitos da área, para que se tenha um melhor entendimento nos demais posts e conteúdos disponibilizados aqui.

Ao realizarmos o estudo para escrever este post, percebemos que, dependendo do autor, existem variações no entendimento dos termos desta área. Com o intuito de simplificarmos o entendimento do conceito, adotaremos principalmente a filosofia da autora Margarida Kunsch, tido como uma das principais referências em comunicação organizacional e relações públicas no Brasil, e cujo estudo vem sendo realizado e aperfeiçoado desde 1980.

Comunicação Organizacional/ Comunicação Empresarial/ Comunicação Corporativa

Apesar da maioria dos autores tratarem estes 3 termos como sinônimos, para Kunsch, o termo “Organizacional” é o mais adequado, pois tem uma maior amplitude, podendo se referir a qualquer tipo de organização – pública, privada, sem fins lucrativos, ONGs, fundações etc., não se restringindo ao âmbito do que se denomina “empresa”.

De maneira geral, a comunicação organizacional é toda e qualquer ação, atividade, estratégia, produto e processo tomados pela empresa ou entidade para reforçar a sua imagem junto a todos os seus públicos de interesse – consumidores, colaboradores, políticos, empresários e acionistas, entre outros, ou perante à opinião pública.

Para Kunsch:

Comunicação organizacional, como objeto de pesquisa, é a disciplina que estuda como se processa o fenômeno comunicacional dentro das organizações no âmbito da sociedade global. Ela analisa o sistema, o funcionamento e o processo de comunicação entre a organização e seus diversos públicos. (…) Fenômeno inerente aos agrupamentos de pessoas que integram uma organização ou a ela se ligam, a comunicação organizacional configura as diferentes modalidades comunicacionais que permeiam sua atividade.(KUNSCH, Planejamento de Relações Públicas na Comunicação Integrada, 2003, p. 149)

Seguindo esta filosofia, a comunicação organizacional é composta por todas as formas de comunicação dentro de uma organização: a comunicação institucional, a comunicação interna, a comunicação administrativa e a comunicação mercadológica.

Comunicação Institucional

A comunicação institucional tem o intuito de melhorar a imagem da empresa perante a sociedade, os consumidores e os investidores. Ela é a responsável, por meio da gestão estratégica das relações públicas, pela construção de uma imagem e identidade corporativa de uma organização.

Para que isso aconteça, além das relações públicas, são necessárias ações de assessoria de imprensa, marketing social e cultural, entre outros.

Comunicação Mercadológica

A comunicação mercadológica tem o objetivo de vender ou melhorar a imagem dos produtos ou serviços da corporação. Marketing e venda são os principais setores responsáveis por esse processo dentro de uma empresa.

As principais ferramentas de comunicação que esta área se apoia são: publicidade comercial, promoções de venda, merchandising, venda direta, SAC, CRM, entre outros.

SAC

Uma filosofia muito interessante de levantarmos neste ponto, é a do professor Dr. Wilson da Costa Bueno, outra referencia da área, que procura conciliar a comunicação institucional e a mercadológica com o intuito de levantar a questão da responsabilidade social das organizações. Segundo Bueno, “A comunicação empresarial precisa conciliar estas duas vertentes de modo a garantir, ao mesmo tempo, o reforço da imagem de uma empresa comprometida com a cidadania e a obtenção de resultados favoráveis”.

Comunicação administrativa

A comunicação administrativa é responsável por transmitir os dados do âmbito administrativos de uma organização para todos os setores nos quais estes dados se mostram pertinentes.

Segundo Kunsch, a comunicação administrativa é aquela que permite viabilizar todo o sistema organizacional, por meio de uma confluência de fluxos e redes.

Administrar uma organização consiste em planejar, coordenar, dirigir e controlar seus recursos de maneira que se obtenham alta produtividade, baixo custo e maior lucro ou resultados, por meio da aplicação de um conjunto de métodos e técnicas. Isso pressupõe um contínuo processo de comunicação para alcançar tais objetivos. E o que organiza o fluxo de informações, que permitirão à organização sobreviver, progredir e manter-se dentro da concepção de sistema aberto.”  (KUNSCH, Planejamento de Relações Públicas na Comunicação Integrada, 2003, p. 152).

Comunicação Interna

Segundo Kunsch, a comunicação interna é um setor planejado, com objetivos bem definidos, para viabilizar toda a interação entre a organização e seus colaboradores. Para isto utiliza-se ferramentas da comunicação institucional e até da comunicação mercadológica (endomarketing).

Wilson Costa Bueno ressalta a importância de não restringir a comunicação interna apenas à chamada comunicação descendente, ou seja, aquela que flui de cima para baixo na hierarquia empresarial. Uma boa comunicação organizacional interna é feita de forma descendente, ascendente e horizontalmente. O próprio conceito básico de comunicação já remete a uma via de mão dupla.

Leia mais sobre a Comunicação Interna. Clique aqui e veja as 7 vantagens que uma CI eficaz traz para a empresa.

A comunicação interna atual é a do conhecimento compartilhado e das relações humanas. Ela deve ser vista como uma estratégia fundamental nas organizações.

A comunicação interna é o nosso principal foco neste blog. Estamos sempre preocupados em salientar a sua importância e apresentar algumas ferramentas para torná-la melhor, em especial a TV Corporativa e o Mural digital.

gestao-a-vista

Mural digital em uma empresa aplicando a metodologia da gestão à vista.

Comunicação Organizacional Integrada

Margarida Kunsch é uma das pioneiras deste conceito no Brasil. Segundo ela, comunicação organizacional integrada é uma filosofia que direciona a convergência de todas as quatro comunicações citadas anteriormente, permitindo uma atuação sinérgica entre elas.

É a soma de todas as atividades de comunicação realizadas pelos diversos departamentos da empresa, e que, apesar de suas diferenças e peculiaridades, consigam atuar de forma harmoniosa para atingir os objetivos da organização. Esta união, agindo em prol dos mesmos objetivos, é representada através da figura abaixo:

comunicacao organizacional integrada

Fonte: http://marcondes-at-blog.blogspot.com.br/


Apenas explicando os conceitos de cada termo da área de comunicação organizacional, na maioria das vezes seguindo a filosofia de Kunsch, percebemos a complexidade deste assunto.

Houve uma mudança enorme neste âmbito nas últimas duas décadas. As organizações estão cada vez mais cientes da importância do fator humano para o sucesso do negócio, e uma comunicação organizacional integrada e bem planejada é um quesito estratégico fundamental para todo tipo de organização.

Esperamos ter contribuído para o entendimento dos conceitos básicos de uma comunicação organizacional, ou apenas relembrá-los. O que vocês acharam do post? Concordam com os conceitos apresentados? Deixem seus comentários ou sugestões e até a próxima!

Assine nossa newsletter e receba nossos novos artigos em seu e-mail!

Leia mais sobre o assunto:

peq-importancia-da-tv-corporativa

A importancia da TV Corporativa para a Comunicação Interna

peq-pesquisa-de-comunicao-interna

Pesquisa de Comunicação Interna – Problemas, planejamento e canais de comunicação

barreiras-da-comunicacao-peq

Quebre as 9 Barreiras da Comunicação Interna

 

 

 

 

Sobre o autor

Eric Vazzoler

Engenheiro eletricista deslumbrado pela Comunicação com os Colaboradores e pelo Marketing Digital. Líder da equipe de Marketing de Conteúdo da Progic. Apaixonado por livros, filmes, músicas, games e pedalar no meio da natureza.